Passar para o Conteúdo Principal Top
Ponta Delgada
Câmara Municipal de Ponta Delgada
Câmara Municipal de Ponta Delgada Porta de Futuro
  • facebook
  • youtube
  • instagram
  • twitter
Hoje
Máx C
Mín C

Quatro grandes espetáculos sobem ao palco do Coliseu Micaelense

Quatro grandes espetáculos sobem ao palco do Coliseu Micaelense
image title
17 Outubro 2019

Já estão confirmados mais quatro grandes espetáculos para o Coliseu Micaelense. São eles a ópera Cavalleria Rusticana, da Sinfonietta de Ponta Delgada, a 27 de outubro, o concerto "Epifania!", da Banda Harmonia Mosteirense e Urro das Marés, a 1 de novembro, o concerto de Fernando Daniel, a 23 de novembro, e o grande fenómeno da música infanto-juvenil "O Mundo da Sara", a 7 de dezembro.
Os bilhetes já se encontram à venda no Coliseu e online e através da bol.pt. Para a ópera Cavalleria Rusticana custam 3 euros, para o concerto Epifania 5 euros, para o concerto de Fernando Daniel o preço varia entre os 10 e os 12 euros (no final, haverá uma sessão de autógrafos), e para o musical O Mundo de Sara entre os 10 e os 13 euros.
A ópera Cavalleria Rusticana tem início às 17h00, o concerto de Fernando Daniel às 21h30, O Mundo de Sara às 17h00 e "Epifania!" às 17h00.

Cavalleria Rusticana

A Sinfonietta de Ponta Delgada, agrupamento tutelado pela Quadrivium – Associação Artística, apresenta no Coliseu a Cavalleria Rusticana de Pietro Mascagni e com a direção musical do seu Maestro titular, Amâncio Cabral.
Trata-se de uma ópera em ato único, estreada a 17 de maio de 1890 no Teatro Costanzi, em Roma. É dividida em duas partes, separadas por um intermezzo. Cavalleria Rusticana é considerada uma das primeiras composições do realismo operático italiano e foi desde a sua estreia um enorme sucesso, sendo considerada a obra prima de Mascagni.
Na sua concisa duração, Mascagni serve-nos algumas das mais belas melodias alguma vez compostas para ópera, como é o caso do coral Regina Caelli ou o dramático e famoso Intermezzo, recheadas por uma sumptuosa orquestração. Esta produção conta com um elenco de luxo e nacional, tanto na secção performativa como nos bastidores. Nos papeis principais, teremos o regresso de Liliana Sebastião, como Santuzza, e de José Corvelo, como Alfio, e a estreia no Coliseu Micaelense de Ana Isabel dos Santos, como Lola, Manuela Teves, como Mama Lucia, e Leonel Pinheiro, como Turiddu. Como tem sido habitual, a Sinfonietta de Ponta Delgada associa-se à Solidaried’Arte e ao Coral de São José para levar ao palco mais uma magnífica obra de arte, contando com a encenação de Leonardo Sousa e a direção coral de Luís Carreiro.
Este evento conta com o apoio institucional da República Portuguesa - Cultura/Direção-Geral das Artes, da Direção Regional da Cultura dos Açores e da Câmara Municipal de Ponta Delgada.

Epifania!

Já no que respeita ao concerto "Epifania!", este promete uma aventura para o Coliseu Micaelense.
O concerto "Epifania!" terá a direção musical de Hernâni Gonçalves.
Esta será uma viagem emocionante num mar de novos sons e harmonias.

"Salto" de Fernando Daniel

Fernando Daniel apresenta ao vivo “Salto”, o seu disco de estreia, do qual se destacam os grandes sucessos “Espera”, “Nada Mais” e “Voltas”.
No espetáculo não faltarão também algumas versões de alguns dos seus artistas favoritos. Aliás, foi assim que deu a conhecer ao público a sua voz única e a sua personalidade artística, primeiro no Factor X e depois no The Voice (sagrou-se vencedor na edição de 2016).
Em palco, Fernando Daniel, na voz, guitarra e piano, estará acompanhado pelo seu habitual quarteto de músicos: Mike Pestana (bateria e programações), Tiago Silva (baixo), Mendonza (teclado) e Ivo Magalhães (guitarra).

"O Mundo da Sara"

O grande fenómeno da música infanto-juvenil "O Mundo da Sara" promete muita diversão.
Sara prepara-se para uma visita de estudo. Enquanto espera pelos seus amigos, comenta com a avó tudo o que vai conhecer naquele dia.
Só que uma surpresa muito especial vai mudar os seus planos.
Com muita música e diversão, Sara e os seus amigos vivem aventuras fantásticas e inesquecíveis.