Passar para o Conteúdo Principal Top
Ponta Delgada
Câmara Municipal de Ponta Delgada
Câmara Municipal de Ponta Delgada Porta de Futuro
  • facebook
  • youtube
  • instagram
  • twitter
Hoje
Máx C
Mín C

Paralelo - Festival de Dança "Espetáculo Uníssono"

Dança, Festival

28 Set 2019
Paralelo - Festival de Dança "Espetáculo Uníssono"

Uníssono - Composição para cinco bailarinos procura mostrar que nenhum objecto artístico é distinguível das pessoas que o compõem, e que nenhuma ocorrência artística é replicável, sendo antes essencialmente única. O «ritual» é um conceito operativo nesta peça: nas sociedades (humanas e animais), os movimentos fundamentais, simbólicos ou funcionais, são ritualizados, definindo à partida a norma e o desvio à norma, o padrão e a inovação, a tendência e a contracultura. Mas até que ponto o ritual é representativo? Cinco bailarinos em palco interpretando em uníssono movimentos ritualizados são um só corpo? Oblitera-se a individualidade? A percepção do espectador resulta da harmonia do todo, da especificidade de cada corpo em acção, ou de ambas?

Direcção Artística | Victor Hugo Pontes
Cenografia | F. Ribeiro
Direcção Técnica e Desenho de Luz | Wilma Moutinho
Operação de luz | Pedro Correia
Música | Hélder Gonçalves
Operação de som | João Monteiro
Montagem de cenografia | Valter Maior
Apoio Dramatúrgico | Madalena Alfaia
Interpretação | Bruno Senune, Dinis Santos, Elisabete Magalhães, Teresa Alves da Silva e Valter Fernandes
Direcção de Produção | Joana Ventura
Assistente de Produção | Mariana Lourenço
Co-Produção | Nome Próprio , Teatro Municipal São Luiz, Teatro Municipal do Porto Campo Alegre . Rivoli
Agradecimento | Marco da Silva Ferreira

Preço | €10 (descontos aplicáveis)
Classificação | m/16

Uníssono - Composição para cinco bailarinos procura mostrar que nenhum objecto artístico é distinguível das pessoas que o compõem, e que nenhuma ocorrência artística é replicável, sendo antes essencialmente única. O «ritual» é um conceito operativo nesta peça: nas sociedades (humanas e animais), os movimentos fundamentais, simbólicos ou funcionais, são ritualizados, definindo à partida a norma e o desvio à norma, o padrão e a inovação, a tendência e a contracultura. Mas até que ponto o ritual é representativo? Cinco bailarinos em palco interpretando em uníssono movimentos ritualizados são um só corpo? Oblitera-se a individualidade? A percepção do espectador resulta da harmonia do todo, da especificidade de cada corpo em acção, ou de ambas?

Direcção Artística | Victor Hugo Pontes
Cenografia | F. Ribeiro
Direcção Técnica e Desenho de Luz | Wilma Moutinho
Operação de luz | Pedro Correia
Música | Hélder Gonçalves
Operação de som | João Monteiro
Montagem de cenografia | Valter Maior
Apoio Dramatúrgico | Madalena Alfaia
Interpretação | Bruno Senune, Dinis Santos, Elisabete Magalhães, Teresa Alves da Silva e Valter Fernandes
Direcção de Produção | Joana Ventura
Assistente de Produção | Mariana Lourenço
Co-Produção | Nome Próprio , Teatro Municipal São Luiz, Teatro Municipal do Porto Campo Alegre . Rivoli
Agradecimento | Marco da Silva Ferreira

 

Preço | €10 (descontos aplicáveis)
Classificação | m/16

Adicionar a calendário 2019-09-28 09:50:00 2019-09-28 09:50:00 Europe/Lisbon Paralelo - Festival de Dança "Espetáculo Uníssono" Uníssono - Composição para cinco bailarinos procura mostrar que nenhum objecto artístico é distinguível das pessoas que o compõem, e que nenhuma ocorrência artística é replicável, sendo antes essencialmente única. O «ritual» é um conceito operativo nesta peça: nas sociedades (humanas e animais), os movimentos fundamentais, simbólicos ou funcionais, são ritualizados, definindo à partida a norma e o desvio à norma, o padrão e a inovação, a tendência e a contracultura. Mas até que ponto o ritual é representativo? Cinco bailarinos em palco interpretando em uníssono movimentos ritualizados são um só corpo? Oblitera-se a individualidade? A percepção do espectador resulta da harmonia do todo, da especificidade de cada corpo em acção, ou de ambas? Direcção Artística | Victor Hugo PontesCenografia | F. RibeiroDirecção Técnica e Desenho de Luz | Wilma MoutinhoOperação de luz | Pedro CorreiaMúsica | Hélder GonçalvesOperação de som | João MonteiroMontagem de cenografia | Valter MaiorApoio Dramatúrgico | Madalena AlfaiaInterpretação | Bruno Senune, Dinis Santos, Elisabete Magalhães, Teresa Alves da Silva e Valter FernandesDirecção de Produção | Joana VenturaAssistente de Produção | Mariana LourençoCo-Produção | Nome Próprio , Teatro Municipal São Luiz, Teatro Municipal do Porto Campo Alegre . RivoliAgradecimento | Marco da Silva Ferreira Preço | €10 (descontos aplicáveis)Classificação | m/16 Teatro Micaelense, Ponta Delgada Festival Paralelo
Horário:

21:30

Local:
Teatro Micaelense, Ponta Delgada
Organização:
Festival Paralelo
Preço:
10,00 €