Passar para o Conteúdo Principal Top
Ponta Delgada
Câmara Municipal de Ponta Delgada
Câmara Municipal de Ponta Delgada Porta de Futuro
  • facebook
  • youtube
  • instagram
  • twitter
Hoje
Máx C
Mín C

Como viver juntos? A tolerância ao relativismo cultural

Debate, encontro, cultura

18 Jun 2019
Como viver juntos? A tolerância ao relativismo cultural

A Acesso Cultura organiza debates abertos aos profissionais do sector cultural e a todas as pessoas interessadas para podermos reflectir em conjunto sobre questões ligadas à acessibilidade - física, social e intelectual - que têm um impacto no nosso trabalho e na nossa relação com pessoas com variados perfis. Os resumos dos debates encontram-se disponíveis para consulta no final da página. Os debates têm início às 18h30 e a entrada é livre (sujeita à lotação das salas).

18 junho | terça-feira | 18h30
Como viver juntos? A tolerância ao relativismo cultural
Muitas vezes, partimos do princípio que os indivíduos que pertencem a determinada comunidade cultural são um grupo monolítico, sem variações, e que as suas acções, e também os direitos, devem ser vistos dentro do contexto da sua cultura. Com base nesta premissa, os diferentes grupos culturais definem o seu posicionamento perante outros e optam pela tolerância ou pelo confronto. As questões que muitas vezes se levantam são: Tudo deve ser tolerado? Tudo pode ser explicado ou justificado porque “é a cultura deles”? Será que tudo se explica desta forma? Qual o lugar da liberdade de expressão individual nesta equação? Como gerir situações em que a prática cultural de alguns constitui uma ofensa para outros? Como viver juntos?

PONTA DELGADA, Teatro Micaelense
Convidados | Leonor Sampaio da Silva, CHAM-A (Centro de Humanidades - Núcleo dos Açores, Universidade dos Açores); Paulo Mendes, Sociólogo; Sofia Botelho, Serviço Educativo do Museu Carlos Machado
Moderadora | Célia Pereira, CRESAÇOR - Cooperativa Regional de Economia Solidária, CRL

A Acesso Cultura organiza debates abertos aos profissionais do sector cultural e a todas as pessoas interessadas para podermos reflectir em conjunto sobre questões ligadas à acessibilidade - física, social e intelectual - que têm um impacto no nosso trabalho e na nossa relação com pessoas com variados perfis. Os resumos dos debates encontram-se disponíveis para consulta no final da página. Os debates têm início às 18h30 e a entrada é livre (sujeita à lotação das salas).

18 junho | terça-feira | 18h30
Como viver juntos? A tolerância ao relativismo cultural
Muitas vezes, partimos do princípio que os indivíduos que pertencem a determinada comunidade cultural são um grupo monolítico, sem variações, e que as suas acções, e também os direitos, devem ser vistos dentro do contexto da sua cultura. Com base nesta premissa, os diferentes grupos culturais definem o seu posicionamento perante outros e optam pela tolerância ou pelo confronto. As questões que muitas vezes se levantam são: Tudo deve ser tolerado? Tudo pode ser explicado ou justificado porque “é a cultura deles”? Será que tudo se explica desta forma? Qual o lugar da liberdade de expressão individual nesta equação? Como gerir situações em que a prática cultural de alguns constitui uma ofensa para outros? Como viver juntos?

PONTA DELGADA, Teatro Micaelense
Convidados | Leonor Sampaio da Silva, CHAM-A (Centro de Humanidades - Núcleo dos Açores, Universidade dos Açores); Paulo Mendes, Sociólogo; Sofia Botelho, Serviço Educativo do Museu Carlos Machado
Moderadora | Célia Pereira, CRESAÇOR - Cooperativa Regional de Economia Solidária, CRL

Adicionar a calendário 2019-06-18 12:37:00 2019-06-18 12:37:00 Europe/Lisbon Como viver juntos? A tolerância ao relativismo cultural A Acesso Cultura organiza debates abertos aos profissionais do sector cultural e a todas as pessoas interessadas para podermos reflectir em conjunto sobre questões ligadas à acessibilidade - física, social e intelectual - que têm um impacto no nosso trabalho e na nossa relação com pessoas com variados perfis. Os resumos dos debates encontram-se disponíveis para consulta no final da página. Os debates têm início às 18h30 e a entrada é livre (sujeita à lotação das salas). 18 junho | terça-feira | 18h30Como viver juntos? A tolerância ao relativismo culturalMuitas vezes, partimos do princípio que os indivíduos que pertencem a determinada comunidade cultural são um grupo monolítico, sem variações, e que as suas acções, e também os direitos, devem ser vistos dentro do contexto da sua cultura. Com base nesta premissa, os diferentes grupos culturais definem o seu posicionamento perante outros e optam pela tolerância ou pelo confronto. As questões que muitas vezes se levantam são: Tudo deve ser tolerado? Tudo pode ser explicado ou justificado porque “é a cultura deles”? Será que tudo se explica desta forma? Qual o lugar da liberdade de expressão individual nesta equação? Como gerir situações em que a prática cultural de alguns constitui uma ofensa para outros? Como viver juntos? PONTA DELGADA, Teatro MicaelenseConvidados | Leonor Sampaio da Silva, CHAM-A (Centro de Humanidades - Núcleo dos Açores, Universidade dos Açores); Paulo Mendes, Sociólogo; Sofia Botelho, Serviço Educativo do Museu Carlos MachadoModeradora | Célia Pereira, CRESAÇOR - Cooperativa Regional de Economia Solidária, CRL Teatro Micaelense, Ponta Delgada Acesso Cultura
Horário:

18:30

Local:
Teatro Micaelense, Ponta Delgada
Organização:
Acesso Cultura
Preço:
0,00 €