Passar para o Conteúdo Principal Top
Ponta Delgada
Câmara Municipal de Ponta Delgada
Câmara Municipal de Ponta Delgada Porta de Futuro
  • facebook
  • youtube
  • instagram
  • twitter
Hoje
Máx C
Mín C

Bolieiro defende reforço da notabilidade do destino Açores

Bolieiro defende reforço da notabilidade do destino Açores
30 Setembro 2019

O Presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada defendeu, esta manhã, a necessidade de juntar à crescente notoriedade do destino Açores notabilidade.
José Manuel Bolieiro, que falava na sessão de abertura do I Congresso Internacional de Turismo Sénior, sustentou que “os Açores têm de ser conhecidos, mas importa que os visitantes tenham experiências agradáveis e que deem vontade de regresso”.
Defendeu, por isso, a introdução de novos conteúdos e atividades cativantes -  “associados à nossa marca indelével, que é a natureza e a sua genuinidade - , e a aposta em alojamento e serviços de qualidade e de excelência.
O edil considerou, por conseguinte, o projeto de investigação “TuSenior 55+” uma excelente referência para acrescentar atividade cativante, associada à saúde e bem-estar, ao destino Açores, contribuindo, assim, para juntar à crescente notoriedade da região notabilidade.
O Presidente lembrou que há cada vez mais  mobilidade das pessoas e menos das mercadorias e que nos Açores em matéria de acessibilidades muitas barreiras foram quebradas, muito foi feito,  mas ainda há muito a fazer.
O I Congresso Internacional de Turismo Sénior tem lugar hoje e amanhã (Dia Internacional do Idoso), na Universidade dos Açores, no Campus de Ponta Delgada e visa, entre outros objetivos, desnudar boas práticas no turismo e no turismo sénior em particular. Conta com o apoio da Câmara Municipal de Ponta Delgada.
A coordenadora do projeto “TuSénior 55+”, Teresa Medeiros, lembrou que os homens e mulheres vivem mais tempo e procuram fazê-lo com saúde, segurança e conforto, vivendo experiências emocionais profundas e positivas e valorizando o prazer e a felicidade. Um novo paradigma que contrasta com o de gerações mais antigas, em que a tónica era a de sacrifício.